Frrrriiiioooo chegando, redobre os cuidados com seu peludo


O outono é um tempo de preparação para a chegada do inverno. Neste período temos que adaptar e funcionamento de nosso corpo as mudanças de temperatura e umidade.

Vamos aproveitar para preparar também nossos peludos contra os efeitos do inverno e o desenvolvimento das viroses e outros problemas comuns nesta época.

Dicas importantes - vacinar contra as principais viroses - cuidar para que o animal beba mais água - evitar corrente de vento e piso frio - oferecer alimento de boa qualidade

No frio os pets diminuem a ingestão de água o que provoca vários problemas, principalmente nos mais idosos. A menor hidratação do corpo pode levar a problemas circulatórios e em alguns casos ao AVC e falhas cardíacas.

As dores articulares e de coluna que provocam dificuldade de locomoção, estão diretamente ligados à falta de hidratação das cartilagens e formação dos fluidos articulares. As mucosas respiratórias que são nossa primeira barreira à entrada de vírus e bactérias, necessitam de boa lubrificação para a produção de muco e anticorpos protetores .

Então já que a água é um santo remédio para prevenir viroses e doenças típicas do inverno, é só dar mais água para o pet e tudo está resolvido...???

Não é só isso, devemos manter o corpo do animal aquecido e evitar correntes de ar e a friagem do chão, que podem ser fatores agravantes das doenças respiratórias e osteo -articulares. Mantenha o pet em local coberto e abrigado e se ele insistir em dormir no chão, providencie um tapete de borracha para isolar do frio.

Nesta época as viroses de cães e gatos são mais frequentes e devem ser prevenidas, aplicando as vacinas necessárias para cada espécie. Converse com o seu veterinário e peça orientação sobre as vacinas que seu pet necessita para ficar livre destas graves doenças.

Cinomose O vírus da Cinomose afeta vários órgãos e pode provocar sintomas de febre, vômitos, diarreia, pneumonia e provocar lesão neurológica como paralisia de membros e convulsões. Alguns animais que sobrevivem à doença ficam com sequelas neurológicas, tiques nervosos e convulsões.

Esta virose pode ser prevenida facilmente com vacina. Os filhotes devem tomar 3 doses de vacina aos 2, 3 e 4 meses de idade e os adultos devem receber uma dose de reforço anual. Esta vacina polivalente V8 ou V10, normalmente imuniza contra outras doenças importantes, Hepatite, Leptospirose, Parvovirose e Parainfluenza.

Tosse dos Canis A Tosse dos Canis pode ser de origem viral ou bacteriana. Este nome popular é devido à fácil propagação de agente infeccioso em locais onde há contato entre vários animais. Provoca tosse intensa e ruidosa que persiste por 7 a 10 dias e se propaga rapidamente para outros cães que estiveram em contato com o animal doente.

Pode ser prevenida com a vacina polivalente V8 ou V10, no caso de origem viral e pela vacina contra a bactéria Bordetella. A Vacina polivalente V8 ou V10 deve ser aplicada nos filhotes aos 2, 3 e 4 meses de idade e os adultos devem receber uma dose de reforço anual. A Vacina contra Bordetella deve ser aplicada no filhote com um reforço e reaplicações anuais

Rinotraqueite felina A Rinotraqueite ou Complexo respiratório felino é a gripe dos gatos. Tem origem viral e acomete principalmente filhotes e gatos adultos que vivem em abrigos. Os sintomas são, febre, espirros, secreção nasal purulenta e conjuntivite com abundante secreção. Alguns animais param de comer devido a inflamação oronasal e tem mais dificuldade de se recuperar. No início do inverno é comum ocorrer surtos desta doença em felinos com a imunidade baixa.

A prevenção é feita com vacina felina polivalente Quadrupla Felina, que previne contra Panleucopenia, Calicivirose, Clamidiose. A Vacina polivalente felina deve ser aplicada nos filhotes aos 2, 3 e 4 meses de idade e os adultos devem receber uma dose de reforço anual.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • w-facebook
  • Twitter Clean